domingo, 13 de fevereiro de 2011

bochechas vermelhas

parei pra pensar, quantas vezes nós deixamos de falar sobre nossos sentimentos de olho no olho? quantas vezes nós, escondidos atrás da internet, soltamos indiretas (diretas) entre musicas e suspiros voltados para uma pessoa em especial, ao invés de conversar com ela? quantas vezes deixamos a vergonha dominar a vontade de gritar alto um segredo que precisa ser revelado?
nós somos fracos demais, e quando um indicio de coragem começa a tomar conta do que queremos fazer.. caímos em lágrimas. Temos vergonha de chorar, vergonha de mostrar para as outras pessoas o quão somos frágeis, o quão somos sensíveis e o quão precisamos de alguém do nosso lado.
o orgulho nos cega, o tal do "eu consigo fazer sozinho, não preciso de ninguém", isso é mentira, todo mundo precisa de gente, não existe essa de viver sozinho, só se você se conformar em viver triste, o que eu digo que é uma péssima idéia.
abrace de verdade, com vontade, se quiser chorar, chore. se quiser beijar, beije. se quiser gritar, grite. Não deixe a vergonha tomar conta dos seus sentimentos, nós não somos perfeitos e nunca vamos ser. Nós somos humanos, humanos erram, humanos choram, humanos riem, humanos sentem.
então, tome conta de seu sentimento e expresse-o de verdade, não faz mal mostrar o que se sente, ao contrário, faz muito bem.

Um comentário:

Lys Fernanda disse...

Não faz mesmo, mas o que acontece depois nem sempre è agradavel, mesmo assim gostei do texto. *-*