sexta-feira, 11 de setembro de 2009

o inesperado.

no decorrer da vida nós costumamos fazer planos e mais planos, primeiro encontrar alguém, depois fazer uma boa faculdade, se casar, ter filhos e uma vida feliz, costumamos ter planos B's, C's e até D's, temos planos de fuga, planos de como conseguir certas coisas, planos de como seguir em frente, de como subir na vida, só não temos planos para o inesperado, podemos ter até um plano para o inesperado esperado, mas não pro tipo de inesperado que te tira do lugar, não temos planos para nadar contra a correnteza quando de repente vem uma onda gigante e destrói tudo o que você já havia construído e planejado, quando uma onda dessas vem, a única coisa que você pode fazer é se deixar levar pela correnteza e continuar respirando mesmo submersa por baixo d'agua, quando você consegue chegar à terra firme você se encontra em uma realidade totalmente diferente do que você imaginava, você não tinha planejado isso, e é disso que eu estou tentando falar meus caros leitores, o inesperado aparece quando você muito menos imagina, ele muda tudo e te mostra tudo de outro ângulo, por mais que você tente voltar à sua antiga realidade é praticamente impossível, você tem que conviver com a realidade nova, você tem que conviver com o inesperado, agora você pode até achar um plano de fuga, montar um plano novo, mais planos mais planos, dai com novos planos você se lembra dos planos antigos, te da uma nostalgia, das antigas pessoas, dos antigos planos, da antiga realidade, você se lembra que tem que criar um plano para voltar tudo pro lugar denovo, por que tem pessoas te esperando, acreditando em você, ou até nem acreditando, mas elas ainda estão la, presas na sua antiga realidade da qual você tanto ama, depois que você tem a crise de nostalgia tudo te faz lembrar de quando as coisas eram tão simples, tão doces, tão magicas, tudo estava certo, tudo te fazia bem, não havia ondas gigantes nem tsunamis, a brisa era suave e o mar, ahn o mar era inacreditavelmente calmo e azul, você tenta se concentrar mais uma vez para montar um plano, não consegue mais, a nostalgia tomou conta, seus planos não funcionam, você só consegue se lembrar que tudo era bom, você estava no paraíso e não sabia, nem te passava isso pela cabeça, agora te vem a imagem daquelas pessoas que faziam a brisa ficar suave e o mar calmo e azul, você sente uma vontade imensa de sair correndo atraz delas, você sabe que elas estão te esperando em algum lugar, um lugar aonde o inesperado ainda não passou, você se lembra do sorriso de cada um, se lembra das risadas e das situações em que viveram, de repente você sente uma vontade muito maior de passar por cima do inesperado, você finalmente abre os olhos e examina tudo com exatidão, sim, muita coisa esta diferente, mas então você olha com mais exatidão as pessoas que estão à sua volta, elas estão rindo, os sorrisos, os sorrisos são os mesmos, o inesperado não levou os sorrisos deles, porque então levaria justamente o meu? você para e pensa no plano perfeito, perfeito até para lidar com o inesperado, você então se deixa levar pela brisa, pela fraca correnteza, quando o inesperado aparecer e levar seus planos, simplesmente pare e reconstrua tudo novamente, agora mais precisos, à prova do inesperado que os derrubou, agora vou dizer como cheguei ao plano perfeito: quando você planeja tudo você não conta com a correnteza brava, você não conta com o inesperado, quando ele aparece você pode até ficar sem a menor ideia do que fazer por alguns instantes, momentos, horas, dias, meses, anos. mas quando você se lembra do que fazia o seu mundo perfeito com uma brisa suave e um céu azul, você simplesmente olha e vê que no fundo ainda são as mesmas coisas, ainda é o mesmo paraíso, as mesmas pessoas com os mesmos sorrisos, e são essas pessoas que fazem você ver que nada mudou, essas pessoas que estão la te esperando, são elas que te fazem ter a força de vontade de superar o inesperado e seguir em frente, apenas flutuando na correnteza :)

p.s: fico gigantesco, espero que gostem :D

4 comentários:

GiovannaM disse...

AMEI ;O sem palavras x) não gosto de planos, em algumas coisas é melhor deixar o momento acontecer, assim dói menos quando as coisas dão errado. Mas planos de futuro, estudos, profissão é bom sempre ter, e fazer com que se realizem. xD adorei

Tha ! disse...

É verdade , nós sempre fazemos planos pra tudo , por isso que eu amo o inesperado ele é tão......
INESPERADO ! me tras uma sensação boa , mas ao mesmo tempo , me faz sentir muito medo , afinal, o desconhecido é smepre muito perigoso!

beijoos.

déeh :) disse...

que booom que gostaram do texto gente *-*
bjsbjs:*

♥♥▬√ih▬♥♥ disse...

Concordo com vooc!

Temos planos para tudo, menos pro inesperado.
Que acontece quando a gente menos espera.